terça-feira, 21 de agosto de 2012

istema BRT de Goiânia chamado de "Corredor Goiás Norte/Sul" será implantado em janeiro de 2015

S01/07/2012 - Setransp-GO e Caderno Técnico de BRT - NTU

O sistema BRT de Goiânia chamado de “Corredor Goiás Norte/Sul” tem como objetivo criar redes de eixos de transportes que estejam integrados à rede existente. A concepção do sistema prevê a implantação de faixas exclusivas para o transporte coletivo por ônibus e a substituição da frota atual por veículos de maior capacidade.

A otimização da operação nos corredores será garantida, com a cobrança de tarifa antecipada, construção de estações com plataforma elevada (facilitando o acesso aos veículos), e adoção de uma nova logística operacional, com serviços de linhas expressas e semiexpressas.

Para o corredor de BRT da cidade está previsto o investimento de R$274 milhões. A maior parte dos recursos terá como fonte o governo federal, por meio do PAC da Mobilidade (R$ 98 milhões). Como contrapartida o governo municipal irá dispor de R$95 milhões. Ainda não há estimativa de valores para desapropriações.

O corredor irá operar junto ao canteiro central e será de uso exclusivo dos veículos ônibus. Nele irão operar linhas paradoras e semiexpressas em um sistema troncal, que utilizarão 82 veículos (30 articulados 52 convencionais/padron). As estimativas são de que 20 mil passageiros serão transportados na hora pico.  

Com o novo sistema o tempo de viagem será reduzido. Os veículos, por estarem em vias exclusivas e com controle informatizado, passarão a ter velocidade de 24 km/h, hoje eles operam com 21 km/h. O tempo de espera dos veículos nas estações também será menor. A prioridade de circulação dos ônibus em cruzamentos no corredor será feita com a implantação de um controle semafórico.

O Centro de Controle e Monitoramento será responsável pelo controle dos horários das viagens nos terminais, supervisão da operação das linhas, entre outras atividades de inspeção operacional. Haverá, ainda, o serviço de informação eletrônica aos passageiros.

Status do BRT
Projeto básico/executivo  Em elaboração do projeto básico
Edital de licitação  Aguardando finalização do projeto básico
Obras  Sem previsão
Início da operação  Previsto para janeiro/2015

FICHA TÉCNICA
Nome do BRT  Corredor Goiás Norte/Sul
Bairro/Cidade/UF Goiânia/GO
Extensão (Km)  21,7 km
Capacidade 20 mil pessoas por dia
Frota operacional 82 veículos (30 articulados 52 convencionais/padron)
Estimativa de atendimento 12 mil passageiros/hora/pico/sentido
Características do serviço/estações   32 estações de embarque e desembarque
Terminais de integração (quantidade)  6 Terminais (Cruzeiro, Correios, Isidória, Rodoviária, Perimetral e Recanto do Bosque)
Benefícios Aumento da velocidade operacional, maior oferta de viagens, serviço de atendimento expresso terminal x terminal x Região Central, opção de ultrapassagens, maior segurança, Monitoramento 24 horas, Maior conforto e qualidade no serviço oferecido
Custo R$ 274 milhões
Fonte de custeio   PAC Mobilidade Grandes Cidades e contrapartidas
Quanto já foi investido  -
Consórcio Sem definição.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário