quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Obras nos Terminais Pça. da Bíblia e Padre Pelágio podem começar este ano

02/08/2011 - Portal 730

Após várias reinvindicações e protestos nos últimos meses, os usuários do Eixo-Anhanguera finalmente vão receber melhorias para o uso dos terminais e do transporte coletivo, segundo uma afirmação do Presidente da Metrobus, Carlos Maranhão para o repórter Rubens Salomão.

A empresa apresentou um dos 90 novos ônibus comprados para substituir a atual frota, composta por 113 veículos. De acordo com Carlos Maranhão, apenas 87 destes 113 rodam na Avenida Anhanguera, e a grande foi adquirida a mais de 13 anos.

“A primeira diferença fundamental é que os ônibus velhos têm uma idade muita avançada, os anteriores tinham uma capacidade de 220 passageiros e estes novos terão uma capacidade de 270. Estamos aumentando em mais de 25% a capacidade do sistema para atender os 240 mi passageiros do Eixo-Anhanguera”, declara.

Até o fim de agosto, 25 novos ônibus estarão rodando, sendo 20 articulados e cinco biarticulados. A Metrobus fez um consórcio com as empresas Suécia e San Marino, que têm até o fim de novembro para entregar todos os 90 novos ônibus.

O investimento total do Estado para a compra dos veículos foi de R$ 87 milhões. Além disso, também serão feitas reformas nos terminais e na pista do corredor exclusivo da Avenida Anhanguera.

As obras devem começar em setembro, e os primeiros terminais a serem mudados serão o da Praça da Bíblia, e o Terminal Padre Pelágio. Para isso, será necessário o investimento de mais R$ 11 milhões.

“É preciso oferecer outros tipos de serviços que não seja só o parador, primeiro para evitar que se formem comboios ao longo da avenida, segundo que boa parte das pessoas tem um destino já certo e quer ir direto para um ponto mais afastado. E para essas pessoas vamos disponibilizar os ônibus expressos, que é aquele que só vai parar nos terminais”, explica.

Fonte: Portal 730 (http://portal730.com.br/noticias/cidades/21793-obras-nos-terminais-praca-da-biblia-e-padre-pelagio-podem-comecar-este-ano.html)

Nenhum comentário:

Postar um comentário